"VOCÊS, TAMBÉM, COMO PEDRAS VIVAS, DEIXEM QUE DEUS OS USE NA CONSTRUÇÃO DE UM TEMPLO ESPIRITUAL ONDE VOCÊS SERVIRÃO COMO SACERDOTES DEDICADOS A DEUS. E ISSO PARA QUE, POR MEIO DE JESUS CRISTO, OFEREÇAM SACRIFÍCIOS QUE DEUS ACEITE." 1Pe 2:5

18 dezembro 2007

Salmo 56
1 Compadece-te de mim, ó Deus, pois homens me calcam aos pés e, pelejando, me afligem o dia todo.
2 Os meus inimigos me calcam aos pés o dia todo, pois são muitos os que insolentemente pelejam contra mim.
3 No dia em que eu temer, hei de confiar em ti.
4 Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus ponho a minha confiança e não terei medo;
5 Todos os dias torcem as minhas palavras; todos os seus pensamentos são contra mim para o mal.
6 Ajuntam-se, escondem-se, espiam os meus passos, como que aguardando a minha morte.
7 Escaparão eles por meio da sua iniqüidade? ó Deus, derruba os povos na tua ira!
8 Tu contaste as minhas aflições; põe as minhas lágrimas no teu odre; não estão elas no teu livro?
9 No dia em que eu te invocar retrocederão os meus inimigos; isto eu sei, que Deus está comigo.
10 Em Deus, cuja palavra eu louvo, no Senhor, cuja palavra eu louvo,
11 em Deus ponho a minha confiança, e não terei medo; que me pode fazer o homem?
12 Sobre mim estão os votos que te fiz, ó Deus; eu te oferecerei ações de graças;
13 pois tu livraste a minha alma da morte. Não livraste também os meus pés de tropeçarem, para que eu ande diante de Deus na luz da vida?

11 dezembro 2007

Salmo 92
1 Bom é render graças ao Senhor, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo,
2 anunciar de manhã a tua benignidade, e à noite a tua fidelidade,
3 sobre um instrumento de dez cordas, e sobre o saltério, ao som solene da harpa.
4 Pois me alegraste, Senhor, pelos teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos.
5 Quão grandes são, ó Senhor, as tuas obras! quão profundos são os teus pensamentos!
6 O homem néscio não sabe, nem o insensato entende isto:
7 quando os ímpios brotam como a erva, e florescem todos os que praticam a iniqüidade, é para serem destruídos para sempre.
8 Mas tu, Senhor, estás nas alturas para sempre.
9 Pois eis que os teus inimigos, Senhor, eis que os teus inimigos perecerão; serão dispersos todos os que praticam a iniqüidade.
10 Mas tens exaltado o meu poder, como o do boi selvagem; fui ungido com óleo fresco.
11 Os meus olhos já viram o que é feito dos que me espreitam, e os meus ouvidos já ouviram o que sucedeu aos malfeitores que se levantam contra mim.
12 Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro no Líbano.
13 Estão plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus.
14 Na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e florescentes,
15 para proclamarem que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha, e nele não há injustiça.

06 dezembro 2007

Salmo 100
1 Celebrai com júbilo ao Senhor, todos os habitantes da terra.
2 Servi ao Senhor com alegria, e apresentai-vos a ele com cântico.
3 Sabei que o Senhor é Deus! Foi ele quem nos fez, e somos dele; somos o seu povo e ovelhas do seu pasto.
4 Entrai pelas suas portas com ação de graças, e em seus átrios com louvor; dai-lhe graças e bendizei o seu nome.
5 Porque o Senhor é bom; a sua benignidade dura para sempre, e a sua fidelidade de geração em geração.

03 dezembro 2007

Salmo 96
1 Cantai ao Senhor um cântico novo, cantai ao Senhor, todos os moradores da terra.
2 Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome; anunciai de dia em dia a sua salvação.
3 Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos as suas maravilhas.
4 Porque grande é o Senhor, e digno de ser louvado; ele é mais temível do que todos os deuses.
5 Porque todos os deuses dos povos são ídolos; mas o Senhor fez os céus.
6 Glória e majestade estão diante dele, força e formosura no seu santuário.
7 Tributai ao Senhor, ó famílias dos povos, tributai ao Senhor glória e força.
8 Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome; trazei oferendas, e entrai nos seus átrios.
9 Adorai ao Senhor vestidos de trajes santos; tremei diante dele, todos os habitantes da terra.
10 Dizei entre as nações: O Senhor reina; ele firmou o mundo, de modo que não pode ser abalado. Ele julgará os povos com retidão.
11 Alegrem-se os céus, e regozije-se a terra; brame o mar e a sua plenitude.
12 Exulte o campo, e tudo o que nele há; então cantarão de júbilo todas as árvores do bosque
13 diante do Senhor, porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade
.

02 dezembro 2007

Salmo 93
1 O Senhor reina; está vestido de majestade. O Senhor se revestiu, cingiu-se de fortaleza; o mundo também está estabelecido, de modo que não pode ser abalado.
2 O teu trono está firme desde a antigüidade; desde a eternidade tu existes.
3 Os rios levantaram, ó Senhor, os rios levantaram o seu ruído, os rios levantam o seu fragor.
4 Mais que o ruído das grandes águas, mais que as vagas estrondosas do mar, poderoso é o Senhor nas alturas.
5 Mui fiéis são os teus testemunhos; a santidade convém à tua casa, Senhor, para sempre.

01 dezembro 2007

Salmo 1
1 Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores;
2 antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita dia e noite.
3 Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará.
4 Não são assim os ímpios, mas são semelhantes à moinha que o vento espalha.
5 Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos;
6 porque o Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios conduz à ruína.