"VOCÊS, TAMBÉM, COMO PEDRAS VIVAS, DEIXEM QUE DEUS OS USE NA CONSTRUÇÃO DE UM TEMPLO ESPIRITUAL ONDE VOCÊS SERVIRÃO COMO SACERDOTES DEDICADOS A DEUS. E ISSO PARA QUE, POR MEIO DE JESUS CRISTO, OFEREÇAM SACRIFÍCIOS QUE DEUS ACEITE." 1Pe 2:5

27 janeiro 2015

SALVOS PELA GRAÇA





Temos que ter cuidado quando estudamos sobre a Lei e a Graça para não cometermos erros. 
Primeiro é não achar que por meios próprios, por nossos esforços vamos agradar a Deus e conquistar a salvação, o outro erro é que por sermos salvo pela graça é que não devemos obedecer aos mandamentos, somente ter fé já nos salva.

Efésios 2:8-10 nos diz:
“Porque pela graça sois salvos mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feituras dEle, criados em Cristo Jesus, para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”.

Como está escrito no texto acima, somos salvo pela graça que é um dom de Deus, e é mediante a fé. A pessoa pode ser a mais solidaria de todas, fazer boas obras, ajudando os carentes pode fazer de tudo para conquistar a salvação, mas se não tiver a verdadeira fé em Cristo, não terá a salvação, pois ela é uma dádiva de Deus.

Definição de Graça de Deus segundo o site:
http://www.significados.com.br/graca/
Graça de Deus
No âmbito da teologia, graça consiste no dom sobrenatural, concedido por Deus como meio de salvação. No cristianismo, graça é o dom gratuito de Deus ao homem num encontro transformante em que a criatura humana é restaurada. Através da graça, Deus confere ao homem a participação na vida divina fazendo-o Seu filho adotivo. Perdida a amizade pelo pecado, a sua recuperação é feita pelo arrependimento genuíno dos pecados e aceitação do sacrifício de Jesus. Ninguém é salvo sem receber a graça de Deus. A salvação é pela graça, o que significa que é gratuita, e é algo que não podemos alcançar pelos nossos próprios esforços.

Mas também está escrito que fomos “criados em Cristo Jesus para as boas obras”, e para andarmos nas boas obras devemos observar os mandamentos de Deus, que Jesus resumiu em dois, que são:

“Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.” Mateus 22:36-40

Pelo fato de sermos salvo pela graça mediante a Fé em Jesus Cristo não nos desobriga de obedecermos ao que Jesus ensinou, pois se amarmos a Deus e ao próximo estaremos nas “boas obras” que foram preparadas por Deus para todos os salvos pela sua graça.
Antes de Jesus os homens obedeciam para viver depois de Jesus obedecemos porque vivemos na graça do Senhor.

Muitos tentam obedecer para agradar a Deus, e conseguir a salvação, mas devemos ter fé e crer que Jesus pagou um alto preço pelos nossos pecados morrendo na cruz para que tivéssemos a salvação, que é a grande dádiva de Deus para a humanidade.
Quando reconhecemos isto, vivemos em obediência, em amor a Deus e ao nosso próximo, e a obediência não é um peso e sim uma grande felicidade, que não tem como ser definida, somente sentida.

Jesus nos amou que seguiu até o fim a missão que Seu Pai lhe deu, que foi de vir a terra como homem, vencer o pecado e morrer em sacrifício por toda a humanidade, creia na obra salvadora de Cristo e viva pela graça de Deus, uma vida de alegria com a certeza da salvação.
Porque a maior prova de amor Deus nos deu como esta escrito em João 3:16
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Deus os abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário